Rio

PM acusado de matar menina Ágatha é afastado das ruas e tem porte de arma suspenso

Justiça acatou um pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro

Por redação tupi

(Foto/Reprodução)

O cabo da Polícia Militar Rodrigo José de Matos Soares, acusado de ter matado a menina Ágatha Vitória Sales Felix, de 8 anos, no Complexo do Alemão, em setembro deste ano, foi afastado das atividades de patrulhamento nas ruas e teve a suspensão do porte de arma.

A Justiça do Rio aceitou a denúncia do Ministério Público estadual contra o PM, que virou réu pelo crime de homicídio duplamente qualificado. Na decisão da ultima quinta-feira, a juíza Viviane Ramos de Faria, da 1ª Vara Criminal do Rio, estipulou medidas cautelares e também proibiu que ele tenha contato com qualquer testemunha do crime que será ouvida no processo.

Além disso, o policial não poderá sair do Rio sem autorização judicial. O Ministério Público ainda apura se os militares da UPP Fazendinha envolvidos no caso Ágatha cometeram outros crimes como falso testemunho, prevaricação e coação de testemunhas.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »