Rio

Polícia Civil interdita clínica clandestina de abortos na Zona Oeste do Rio

Segundo os policiais, o médico cobrava em média R$ 5 mil pelo procedimento

Por Redação Tupi

Imagem da fachada de uma delegacia
Foto: Divulgação/PCRJ

Policiais civis da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) interditaram, nesta quinta-feira (02), uma clínica de aborto que funcionava no bairro Freguesia, Zona Oeste do Rio. No local, os agentes prenderam em flagrante um médico e sua esposa pelos crimes de aborto, crimes contra a saúde pública e relações de consumo, além de furto de energia elétrica.

Após investigações para identificar um médico suspeito de praticar abortos em adolescentes no município do Rio, os agentes localizaram o imóvel em condomínio de classe média alta, no bairro da Freguesia. Segundo os policiais, o médico cobrava em média R$ 5 mil pelo procedimento.

A esposa dele ajudava como “instrumentadora”, atraía clientes, intermediava as negociações e cuidava da contabilidade da clínica clandestina. O local não tinha as mínimas condições de higiene nem licença para funcionar. A equipe da DCAV também localizou medicamentos abortivos e outros com a data de validade vencida de 2017, 2018, 2019 e 2020.

Durante a ação, os policiais também encontraram uma paciente, de 36 anos, que havia passado pelo procedimento. Ela foi encaminhada a um hospital e, em seguida, para uma maternidade, onde foi medicada e liberada pela equipe médica.

Segundo os agentes, o médico e a esposa já foram investigados pela polícia em Manaus, no Amazonas, pela prática de mais de 200 abortos realizados naquele estado.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »