Conecte-se conosco

Rio

Prefeitura do Rio celebra 1º ano do projeto ‘Vida Ativa’ com mais de 18 mil alunos

Projeto está com vagas abertas para professor de educação física

Publicado

em

Prefeitura do Rio celebra 1º ano do projeto 'Vida Ativa' com mais de 18 mil alunos
Prefeitura do Rio celebra 1º ano do projeto 'Vida Ativa' com mais de 18 mil alunos

A Prefeitura do Rio, através da Secretaria Municipal do Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, celebra o primeiro ano do Projeto Vida Ativa com 18 mil e 407 alunos cadastrados em 200 núcleos espalhados pela cidade. O projeto que é realizado de segunda a sexta-feira, das 07h às 10h, em locais públicos ou cedidos, beneficia pessoas com idade a partir dos 40 anos.

Em busca de um atendimento cada vez mais seguro e humanizado à população, o Vida Ativa conta com capacitações constantes dos seus funcionários. Cada núcleo é composto por três profissionais: professor de educação física, técnico de enfermagem e integrador social. Para o secretário da pasta, Junior da Lucinha, envelhecer com qualidade de vida, disposição e saúde é fundamental.

“Com o aumento gradativo da expectativa de vida, cuidar da saúde o quanto antes é o melhor caminho. O nosso objetivo é oferecer à população um envelhecimento com energia e vigor através da equipe multidisciplinar. A meta é alcançar 40 mil pessoas até 2024”, disse.

Recentemente alguns núcleos realizaram palestras sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, além de conversa sobre os direitos dos idosos, bate papo com nutricionista e distribuição do Estatuto do Idoso. De acordo com o IBGE, os idosos representam, atualmente, 10% da população brasileira. A partir da década de 2030, teremos mais velhos do que jovens e, em 2050, a população acima dos 60 anos será o dobro do contingente de crianças e adolescentes com menos de 14 anos.

Vagas abertas para professor de Educação Física
O projeto Vida Ativa está com vagas abertas para professores de Educação Física. Para se inscrever, os interessados precisam ter bacharelado ou licenciatura plena na carteira do Conselho Regional de Educação Física (CREF). Também é necessário possuir o curso de suporte básico de vida do CREF.

Os interessados deverão encaminhar currículo para [email protected].

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *