Rio

Prefeitura fiscaliza 501 estabelecimentos na primeira semana da Fase 3A

Equipes aplicaram 145 infrações a maioria por aglomeração e falta de higiene

Por Redação Tupi

Foto: Vigilância Sanitária/ Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, pasta vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, fiscalizou na primeira semana da Fase 3-A do Plano de Retomada 501 estabelecimentos dos segmentos que voltaram a funcionar no último dia 2. As ações resultaram em 14 interdições e em 271 infrações, a maioria por aglomeração (132) e falta de higiene (120), seguida por funcionamento irregular (110).

As inspeções foram realizadas em academias de ginástica, estúdios de tatuagem e depilação e comércios de alimentos, sendo que do total vistoriado 315 são bares e restaurantes, oito deles interditados. As equipes aplicaram 145 infrações, a maioria por  aglomeração (102) e falta de higiene (26). As demais foram por falta de licença sanitária e outras irregularidades.

As ações são feitas por comboios sanitários conduzidos pela Vigilância e integrados por equipes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), Guarda Municipal e Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano da Secretaria Municipal de Fazenda. Nesta primeira semana da retomada do comércio de alimentos, os fiscais fizeram três apreensões de produtos impróprios ao consumo.

Quase 100 quilos foram de carne sem procedência e com validade vencida em um restaurante da Barra da Tijuca, outros 18 quilos foram em um restaurante da Tijuca e mais 15 quilos na noite desta quinta, 09/07, em um restaurante da Avenida Gilka Machado, 89 A, no Recreio. A Vigilância reforça a importância da participação dos empresários e da população em geral não só cumprindo as medidas de prevenção à Covid-19 como denunciando irregularidades à Central 1746.

“Apelamos à população para que cumpra as Regras de Ouro, porque estamos percebendo que ainda é necessário um comprometimento maior com o uso obrigatório da máscara facial, o distanciamento de 2 metros, e evitar aglomerações. A Vigilância Sanitária atua diariamente com fiscalizações e orientações a estabelecimentos comerciais e à população em geral, mas não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Então, nos ajude a fiscalizar também registrando qualquer irregularidade na Central 1746, para a gente poder direcionar a ação” – diz Aline Borges, coordenadora de Alimentos da Vigilância Sanitária.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »