Conecte-se conosco

Rio

Quadros milionários apreendidos em operação da Polícia Civil são danificados

De acordo com especialistas, as obras teriam que ser transportadas com o máximo cuidado

Publicado

em

quadros roubados
(Foto: Reprodução)

Após a operação de ontem, que resultou na prisão de quatro pessoas acusadas de furtarem 725 milhões de reais em joias e obras de arte, da idosa Genevieve Boditi, de 82 anos, peritos criticaram a forma como alguns quadros foram manuseados.

De acordo com especialistas, as obras teriam que ser transportadas com o máximo cuidado. Porém, no momento da apreensão, um policial forçou para colocar uma tela no porta malas da viatura.

Genevieve é viúva do colecionador Jean Boditi. A idosa era mantida em cárcere no próprio apartamento, em Ipanema, Zona Sul do Rio. Lembrando que entre os acusados do crime está uma das filhas da idosa.

A Polícia Civil ainda não se manifestou sobre a forma que o quadro foi manuseado.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *