Conecte-se conosco

Região Metropolitana

Unidade Móvel de Saúde inicia vacinação infantil contra a Covid-19 em Maricá

Veículo itinerante permanece até a próxima sexta-feira (18) na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro do município

Publicado

em

Vacinação infantil contra Covid-19 em Maricá
(Foto: Anselmo Mourão/Prefeitura de Maricá)
Vacinação infantil contra Covid-19 em Maricá

(Foto: Anselmo Mourão/Prefeitura de Maricá)

O município de Maricá, na Região Metropolitana do Rio, iniciou nesta terça-feira (15) a vacinação itinerante das crianças de 5 a 11 anos com o apoio da Unidade Móvel de Saúde. Até a próxima sexta (18), o veículo da Secretaria Municipal de Saúde ficará instalado na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro da cidade, vacinando exclusivamente o público infantil, das 9h às 19h.

Com bom resultado e adesão na campanha de vacinação de adultos, a Unidade Móvel teve procura já no seu primeiro dia de aplicação das doses pediátricas. O pequeno Breno, de 5 anos, foi uma das crianças a saírem do local com a primeira dose no braço.

A mãe do menino, Leandra Antunes Nogueira, de 35 anos, deixou um recado aos responsáveis que ainda estão resistentes à vacinação infantil. “Eu mesma fiquei um tanto receosa no início, mas temos todos que acreditar na ciência para proteger nossas crianças”, disse.

Já a manicure Cristiane França Souza, 39 anos, revelou que só não tinha levando o filho Hugo, de 8 anos, pois ela própria contraiu a Covid-19 no fim de janeiro. “Cumpri minha quarentena e só dei mais um tempo para trazer ele para vacinar. Todo mundo tem de vir e se proteger”, afirmou.

Repescagem permanente infantil

Maricá já vacinou 8.497 crianças contra a Covid-19, número que corresponde a 56% do público estimado entre 5 a 11 anos. Para ampliar a cobertura vacinal, o município iniciou na última segunda-feira (14) a repescagem permanente desta faixa etária em novos polos.

Além da vacinação itinerante, seis Unidades de Saúde da Família (USF) estão aplicando as doses na faixa etária vacinável, das 9h às 16h. A repescagem infantil vai permanecer enquanto houver doses – enviadas pelo Ministério da Saúde – disponíveis na cidade.

O responsável legal deverá levar a caderneta de vacinação, além de um documento de identidade ou certidão de nascimento da criança.

De acordo com a subsecretária da Rede de Atenção Ambulatorial e Saúde Coletiva, Claudia Rogéria de Lima, todos os esforços necessários para atingir a maior cobertura vacinal possível serão feitos.

“Já estamos realizando a busca ativa das crianças por meio de contato telefônico com os responsáveis nas consultas. Além disso disponibilizamos a vacina em áreas estratégicas da cidade que tenham maior concentração das crianças. É fundamental que os responsáveis entendam que a vacina é segura, eficaz e deve ser aplicada”, destacou.

Polos de vacinação infantil

Até sexta-feira (18/02)– das 9h às 19h (acolhimento até as 18h30)

Unidade Móvel da Saúde – Praça Orlando de Barros Pimentel, Centro.

Segunda a sexta-feira – das 9h às 16h

USF ESF Central – Rua Clímaco Pereira, 241, Centro.

USF Inoã II – Rodovia Amaral Peixoto, km 14, s/n, (ao lado do DPO).

USF Barroco – Rua Getúlio Vargas (antiga Rua 2), lote 13, quadra 4, casa 2, Itaipuaçu.

USF Bambuí – Av. do Contorno, s/n.

USF Carlos Alberto Soares de Freitas (MCMV Inoã) – Rua Leonardo José Antunes, s/n.

USF Carlos Marighella (MCMV Itaipuaçu)- Rua Austria, s/n.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.