Rio

Restaurante Up Lounge revela queda de aproximadamente 150 pratos durante a pandemia

Restaurante que fica localizado no coração da Barra da Tijuca revela detalhes da crise que possa por reflexo da quarentena mundial

Por Redação Tupi

(Divulgação)

Alexandra e Anna Paula Fernandes, irmãs e sócias abriram as portas da casa há 17 anos atrás na Zona Oeste. O espaço recebia todos os dias em média 180 pessoas, número que caiu para 30 atualmente com a pandemia da Covid 19.

As proprietárias conversaram com a gente, e nos falaram as dificuldades para manter o restaurante aberto, em um cenário em que muitos tiveram que fechar as portas.

“Diariamente recebíamos quase 200 pessoas para almoçarem conosco, pois o restaurante só funciona durante o dia. Atendemos principalmente, empresários e funcionários da redondeza, com a pandemia alguns perderam os empregos e muitos outros estão de home office, o que fez com que nosso movimento do almoço caísse de forma exuberante. Fomos muito afetados porque ficamos meses fechados, onde muitos faliram por falta de investimento e auxílio durante uma época tão difícil, mas conseguimos nos manter de portas abertas depois que liberaram restaurantes, o problema agora é a dificuldade de clientes da redondeza que a maioria está trabalhando em casa.”

Anna e Alexandra Fernandes contaram que tentaram se reinventar através de plataformas de delivery.

“Quando estava proibido restaurante, somente por entregas, nós tentamos através das plataformas de delivery, porém encontramos outro problema. As plataformas te limitam quanto a área de atendimento, e nos restringe na questão de atrativos para clientes da seguinte forma: se colocamos entrega grátis, eles nos cobram ainda sim um percentual de entrega, os restaurantes maiores têm destaque maior na plataforma, e daí por diante. Nós trabalhamos com todo tipo de público e temos preços acessíveis desde o funcionário até o empresário, não conseguiríamos manter o nosso custo trabalhando com delivery e desistimos”.

E quando o assunto é comida, todo mundo leva a sério. No meio de um dos maiores bairros da cidade, a Up Food oferece qualidade e variedade todos os dias. Elas nos contam qual a receita para uma comida saborosa: ser feita com amor:

”Hoje avaliamos muito o custo e benefício, tanto para a casa quanto para o cliente. Tiramos o máximo que pudermos da química. A comida é feita todos os dias. Os grelhados e o peixe frito são feitos na hora. Não fazemos estoque, principalmente das proteínas. Essas são compradas na medida para que não fiquem armazenadas mais de 4 dias.  Prezamos pela comida caseira, saudável; aquela feita pela nossa mãe, nossa avó, nossas tias. Comida afetiva, que nos faz lembrar nossa infância, nossa família…. Trabalhar com comida é um desafio pelo cuidado que requer. Se não tem amor e respeito ao próximo, não se atreva”, contam elas.

As irmãs e sócias finalizam a entrevista com esperança e um convite especial.

‘’Nós acreditamos naquilo em que trabalhamos, e mais ainda em o que servimos. Servimos qualidade, sabor e todos os pratos são feitos com amor. Estamos limitados durante a pandemia, mesmo trabalhando com todos os cuidados exigidos, temos certeza que com esse início da vacinação tudo começará a melhorar, e estamos de portas abertas para os nossos clientes retornarem, que mesmo sem virem nos deixam mensagem de elogios e carinho. A todos que ainda não conhecem, deixamos o convite especial de virem provar o sabor único que a comida caseira tem.’’

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Fevereiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »