Capital Fluminense

Setembro Verde ilumina o Cristo Redentor para incentivar doação de órgãos

Estado do Rio ocupa o 3º lugar em número absoluto de doadores no ranking do Sistema Nacional de Transplantes (SNT)

Por Redação Tupi

Cristo Redentor
Cristo Redentor (Foto: Divulgação)

O Cristo Redentor foi iluminado de verde, na noite desta quinta-feira (02), para celebrar o Setembro Verde. O movimento foi criado em 2007 para chamar a atenção da população para a necessidade de, por meio da doação de órgãos, salvar vidas.

“Cristo traz a mensagem de doação. Precisamos chamar a atenção para o assunto e propagar a importância de doar os órgãos para salvar outras vidas. Temos ampliado o número de transplantes e, mesmo na pandemia, conseguimos manter um bom patamar. Porém todo esse esforço esbarra na necessidade de ampliar a rede de doadores e, por isso, nos dedicamos muito a essa campanha. É importante que essa mensagem se espalhe”, disse o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

Cristo Redentor
Cristo Redentor (Foto: Divulgação)

O Brasil é o primeiro país do mundo em número de transplantes de órgãos feito pelo sistema público de saúde. E o estado do Rio vem, nos últimos anos, especializando profissionais e ampliando a capacidade de atendimento das suas unidades para melhorar a oferta de transplantes para a população.

Em julho passado, a Secretaria de Estado de Saúde habilitou a equipe de transplante de pulmão do Instituto Nacional de Cardiologia. Com a capacitação, o Rio de Janeiro passou a ser o terceiro estado do país a realizar esse tipo de transplante. Há 15 anos não se fazia transplante de pulmão no estado.

Criado em 2010, o Programa Estadual de Transplantes (PET) foi responsável pela renovação da vida de mais de 6.900 pessoas por meio de transplantes de órgãos sólidos (categoria que engloba os transplantes de fígado, pulmão, intestino, rim, pâncreas e coração) e recuperou a saúde de inúmeros pacientes com transplantes de ossos, ligamentos e pele.

Em 2020, 1075 transplantes foram efetuados, sendo 376 córneas e 699 de órgãos sólidos, sendo 22 de coração; 270 de fígado; 384 de rins; além de um transplante simultâneo de coração e rim; 10 de rim e fígado; e 12 de rim e pâncreas. O Estado do Rio ocupa o 3º lugar em número absoluto de doadores no ranking do Sistema Nacional de Transplantes (SNT).



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »