Conecte-se conosco

Capital Fluminense

STJ nega pedido de revogação da prisão de Dr. Jairinho

Advogados do ex-vereador haviam pedido extensão de benefício dado a Monique Medeiros para ele.

Publicado

em

Jairinho durante audiência de instrução e julgamento do caso Henry Borel
(Foto: Divulgação/Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro)

O Supremo Tribunal de Justiça negou o pedido de revogação da prisão preventiva do ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, o ‘Doutor Jairinho’, acusado de homicídio triplamente qualificado pela morte do pequeno Henry Borel, de 7 anos.

A solicitação dos advogados do ex-parlamentar foi recusada pelo ministro João Otávio de Noronha. O pedido foi feito no dia primeiro de setembro, dois dias depois que Monique Medeiros, que também responde pelo crime, teve a prisão revogada, no dia 26 de agosto.

O ministro alegou que ela sofreu constrangimento ao longo do processo. O Superior Tribunal de Justiça terá que analisar ainda dois recursos contra a decisão que deu liberdade a Monique Medeiros.

Um deles foi apresentado pelo Ministério Público, e outro por Leniel Borel, pai do menino Henry, responsável pela assistência de acusação no processo.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *