Patrulhando a Cidade

STM concede liberdade a nove dos 12 militares que dispararam 257 vezes contra carro de músico

Evaldo dos Santos Rosa e Luciano Macedo morreram após terem sido atingidos

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira, o Superior Tribunal Militar (STM) decidiu conceder liberdade aos nove militares que foram presos por dispararem 257 tiros contra o carro do músico Evaldo dos Santos Rosa, que, consequentemente, matou ele e o catador Luciano Macedo, que passou no local para tentar ajudar. A tragédia ocorreu em Guadalupe, Zona Norte do Rio, em abril.

Nove tinham sido presos, mas, depois, o Ministério Público acusou mais três militares, e o grupo subiu para 12, a partir de um laudo que indicou que foram disparados 257 tiros e 62 atingiram o carro do músico. Por ordem da Justiça Militar, eles estavam presos desde abril. No atentado, a família do músico estava no carro com ele, mas conseguiu sair – o sogro foi atingido, mas sobreviveu.

De acordo com o delegado civil responsável pelo caso, “tudo indica” que os militares confundiram o carro da vítima com o de assaltantes.

A mais alta Corte da Justiça Militar é composta por 15 ministros: quatro integrantes do Exército, três da Marinha, três da Aeronáutica e cinco civis, e o presidente do tribunal vota apenas quando ocorre empates. Até a suspensão do julgamento, quatro tinham votado a favor da liberdade do grupo e um tinha se posicionado a favor da manutenção da prisão.

Comentários
enquete

Para uma vida conjugal dar certo, alguém da relação tem que ceder?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »