Conecte-se conosco

Rio

Vidigal recebe projeto De Braços Abertos com atividades esportivas e recreativas neste domingo

A programação começa na entrada da comunidade e reúne atividades tais como minicorrida para as crianças e aulas de alongamento

Publicado

em

O projeto social De Braços Abertos completa 10 anos com o compromisso de incentivar o esporte em comunidades pacificadas da cidade do Rio de Janeiro. Realizado pelo Instituto ESAON e patrocinado pela Porto através da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério da Cidadania, o projeto retorna ao Vidigal para realizar neste domingo (25) mais um evento gratuito para a comunidade, com apoio de prefeitura, associações dos moradores e UPP do Vidigal.

A programação começa na entrada da comunidade, no bairro do Leblon, e reúne atividades tais como minicorrida para as crianças, aulas de alongamento e corrida de 4,2 km por dentro das vielas da favela, passando por pontos privilegiados com uma das vistas mais bonitas do Rio. A partir das 8h30, o artista Mano Benke coordenará uma oficina de grafismo.

Os interessados em participar devem se inscrever gratuitamente nas atividades por meio do site http://projetodebracosabertos.com.br/. Para a retirada da camisa do evento, os participantes não-residentes da comunidade deverão doar 2kg de alimentos não-perecíveis que serão doados a institucionais que assistem pessoas carentes da própria comunidade. Quem completar as provas ganhará bonés e medalhas. Os três primeiros lugares (feminino e masculino) da corrida adulta receberão troféus e também produtos da Centauro, exclusivos para moradores do Vidigal, por meio da ação “Adote um Atleta”..

“Além de estimular as pessoas a acreditar no esporte como caminho para uma melhor saúde física e mental, nosso projeto entende a importância de gerar oportunidades de trabalho para quem mais precisa. Em parceria com o Instituto ESAON e a ONG Gente Brasil, nosso programa Staff Local já capacitou, certificou e remunerou cerca de 3.000 moradores para atuar em eventos esportivos. Os cursos habilitam para funções como atendimento, suporte de percurso, montagem de kits, gerenciamento do guarda-volumes e coordenação de pós-prova”, salienta Bernardo Fonseca, CEO da X3M.

Ao longo de uma década, o Projeto De Braços Abertos já realizou 27 etapas em comunidades cariocas como Vidigal, Rocinha, Santa Marta, Borel, Caju, Manguinhos e Jacarezinho. O objetivo é promover a inclusão por meio do esporte e aproximar diferentes grupos sociais em prol de uma cidade sem barreiras.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.