Coronavírus

Witzel critica declaração de Bolsonaro: ‘Pare de fazer política e trabalhe’

O governador classificou como "inaceitável" a postura do presidente que, segundo Witzel, ironiza as mortes.

Por Gabriel Melo

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O governador do Rio, Wilson Witzel, criticou nesta quarta-feira (29) a declaração feita pelo presidente Jair Bolsonaro na última terça (28), em que, ao ser questionado sobre o número de mortos por coronavírus ter ultrapassado o da China, ele pergunta aos jornalistas “quer que eu faça o quê?” e que é “Messias, mas não pode fazer milagre” – em referência a um dos seus nomes.

“Não é ‘E daí?’, não, presidente. Seja responsável. A sua “gripezinha” chegou e, em vez de continuar atacando os governadores, faça o seu trabalho. Sua atuação na maior crise de saúde do mundo é desastrosa. Pare de fazer política e trabalhe.”, afirmou.

Witzel classificou como “inaceitável” a postura do presidente que, segundo o governador, ironiza as mortes.

“O presidente, que deveria ser uma liderança em um momento como esse, chega a ironizar as mortes. Isso é absolutamente inaceitável.”, completou.

Ainda segundo Wilson Witzel, ao dar a declaração, Bolsonaro não se solidariza com as famílias dos brasileiros que perderam entes queridos.

“É inaceitável o pouco caso com que o presidente sempre tratou a pandemia e as mortes. Ele não demonstra nenhuma solidariedade com as famílias que estão perdendo as pessoas que mais amam.”, finalizou o governador.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »