Brasil

Ministério da Saúde muda plataforma após consulta sobre vacina sair do ar

Na manhã desta sexta-feira, a consulta sobre a vacinação da Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos não aceitava mais contribuições

Por Marcos Antonio de Jesus

Imagem da coletiva do ministro Marcelo Queiroga
(Foto: Marcos Antonio de Jesus / Super Rádio Tupi)

Após a consulta pública sobre a exigência de receita médica para vacinação de crianças ter parado de funcionar menos de 24 horas após o lançamento, o Ministério da Saúde informou no período da tarde desta sexta-feira, 24, que migrou o formulário de questões do Microsoft Forms para a plataforma Gov.br do governo federal.

Na manhã desta sexta-feira, a consulta sobre a vacinação da Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos não aceitava mais contribuições. Diferentemente de outras ações do tipo, o formulário havia sido criado fora de uma plataforma federal e não exigia validação para as respostas, como informar um CPF ativo, por exemplo.

Apesar da consulta pública, o Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (Conass) garantiu, também nesta sexta-feira, que nenhum Estado exigirá prescrição médica para a vacinação infantil contra a Covid-19. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos de idade no dia 16 de dezembro, mas ainda não há data para o início da imunização desse grupo.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
23 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »