Conecte-se conosco

Sentinelas 15:55h

Sexo 3 vezes por mês pode reduzir risco de infecção grave por Covid-19

Confira o que foi destaque no Sentinelas da Tupi Especial desta terça-feira

Publicado

em

Sexo 3 vezes por mês pode reduzir risco de infecção grave por Covid-19 Sentinelas da Tupi Especial
Sexo 3 vezes por mês pode reduzir risco de infecção grave por Covid-19

Hoje é o dia do sexo. A ideia de batizar a data veio de uma jogada de marketing de uma marca de preservativos, em uma campanha publicitária feita em 2008. Fazer sexo regularmente e de forma segura pode trazer vários benefícios à saúde, entre eles, reduzir o risco de infecção grave pela Covid-19, de acordo com um estudo publicado na revista científica Fertility and Sterility.

A pesquisa, realizada por especialistas da Universidade de Bagdá, no Iraque, avaliou 16 mil participantes de 33 países, que foram divididos em dois grupos. O primeiro praticava sexo, pelo menos, três vezes por mês. Já o segundo fazia com uma frequência menor. Dessa forma, foi observado que 76,6% dos indivíduos do primeiro grupo não foram infectados pela Covid-19, enquanto que na segunda parcela foram 40,4%.

A pesquisa durou cerca de quatro meses. Qual a repercussão deste estudo entre os cariocas?              

De acordo com os pesquisadores, praticar sexo com maior frequência aumenta a capacidade do sistema imunológico. A sexóloga e terapeuta sexual, Marianna Kiss, ressalta.

A modelo Bárbara Zagatta e o produtor de eventos Roberto Costa celebram a data e acreditam no resultado da pesquisa.

Graças a boa cobertura vacinal contra a Covid-19, o momento mais denso da Pandemia já passou, mas para a sexóloga Marianna Kiss, o comportamento sexual das pessoas passou por algumas mudanças.

Marianna Kiss reforça os benefícios que uma vida sexual ativa e consciente pode proporcionar e destaca.

E no bom clima do Dia do Sexo, o estudante de direito, Rodrigo Teixeira, celebra.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.