Jornalismo

Após 14 anos, Polícia Civil conclui assassinato do irmão de Marcelo Freixo

De acordo com as investigações, dois policiais militares foram apontados como mandantes do crime

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

A Polícia Civil concluiu, nesta quinta-feira (13), o inquérito do assassinato de Renato Ribeiro Freixo, irmão do Deputado Federal Marcelo Freixo (PSOL), e da tentativa de homicídio da companheira dele. De acordo com as investigações, dois policiais militares foram apontados como mandantes do crime. Além disso, um ex-policial foi indiciado como executor do assassinato. O caso aconteceu em 2006, no bairro de Piratininga, em Niterói, na Região Metropolitana.

Ainda de acordo com a policia, a motivação do crime seria a demissão dos PMs Marcelo dos Reis Freitas e Alexandre Ramos, dos postos de seguranças do condomínio, onde o irmão do deputado morava. Os dois não tinham autorização para exercer a função.

Durante 14 anos, a policia informou ter ouvido diversas testemunhas e feito inúmeras buscas e apreensões, além de ter conseguido quebras de sigilo que ajudaram a chegar aos autores do assassinato.

As investigações também constaram que os álibis dos envolvidos eram  que os mandantes tinham motivação para executar. O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público estadual.

Comentários
enquete

Quem vai levar a melhor na estreia do Carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
02 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »