Conecte-se conosco

Internacional

Biden avalia decisões tomadas por Putin e dispara: “A Rússia violou descaradamente os princípios fundamentais da Carta das Nações Unidas”

O presidente norte-americano reprovou possíveis investimentos em armamentos nucleares e comentou sobre guerra na Ucrânia

Publicado

em

Joe Biden (Foto: Reprodução)

Durante discurso na Assembleia Geral da ONU, em Nova York, o presidente dos EUA, Joe Biden, analisou diversos pontos referentes ao líder do governo russo, Vladmir Putin. Na manhã desta quarta-feira, por meio de um pronunciamento televisionado, o presidente da Rússia afirmou que convocará cerca de 300 mil cidadãos da reserva para se unirem às tropas russas na Ucrânia, acusou membros da Otan de planejarem ataques ao seu país e admitiu que possui uma variedade de armas de destruição.

Tais declarações mediaram o discurso de Biden. Em certo momento, o presidente norte-americano reiterou que ninguém ameaçou a Rússia:

“A guerra na Ucrânia é a guerra de um homem só”, comentou.

Prometendo solidariedade norte-americana com a Ucrânia, Joe, completou alertando sobre os perigos de se investir em armamentos que possam resultar em uma guerra nuclear. Outro ponto analisado foi a possibilidade de reforma no Conselho de Segurança da ONU.

“Um membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas invadiu seu vizinho, tentou apagar um Estado soberano do mapa. A Rússia violou descaradamente os princípios fundamentais da Carta das Nações Unidas”, afirmou o presidente.

Na pauta “efeitos negativos da guerra”, um se destacou: a fome! Em 2022, US$ 6,9 bilhões direcionados aos fundos de segurança alimentar foram oferecidos pelos Estados Unidos. Durante o evento, a Casa Branca antecipou o discurso de Biden e emitiu um comunicado anunciando uma ajuda financeira extra de US$ 2,9 bilhões para fortalecer o combate na temática que foi mundialmente agravada pela guerra.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.