Conecte-se conosco

Economia

Brasil fecha 43 mil empregos com carteira assinada, em março

No total, houve 1.304.373 demissões em março, enquanto foram registradas 1.216.177 de contratações no mesmo período

Publicado

em

(Foto: Reprodução)

O Ministério da Economia divulgou, nesta quarta-feira, dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) que mostram que a economia brasileira encerrou 43.196 empregos formais, no último mês de março. Foi o primeiro resultado negativo em três meses.

No total, houve 1.304.373 demissões em março, enquanto foram registradas 1.216.177 de contratações no mesmo período. A última vez que o saldo mensal havia encerado no negativo havia sido em dezembro de 2018, e a última vez que havia registrado uma diferença maior ou igual a essa, em março de 2017.

Para Bruno Dalcomo, secretário de Trabalho do Ministério da Economia, o saldo negativo não é motivo para alardes. O fechamento das vagas trata-se de um “movimento natural de mercado”, explicado pela criação de empregos acima das expectativas em fevereiro desse ano.

Dalcomo ainda declarou que a geração de emprego “continua em um ritmo lento, em um certo compasso de espera em alguns setores”. E continuou: “Tem a ver com a conjuntura, com a reforma da Previdência. Há uma expectativa do mercado que está em suspenso. Mas os resultados de março não significam que a economia entrou em processo de estagnação ou retração”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.