Conecte-se conosco

Educação

Calouros de medicina veterinária sofrem queimaduras durante trote no Paraná

Calouros percorreram as ruas da cidade para pedir dinheiro e depois foram levados para o local onde ocorreu o trote violento.

Publicado

em

Imagem de um dos queimados durante o trote
(Foto: Divulgação / Polícia Civil PR)
Imagem de um dos queimados durante o trote

(Foto: Divulgação / Polícia Civil PR)

Pelo menos vinte um calouros do curso de medicina veterinária da Universidade Federal do Paraná ficaram feridos durante trote realizado no campus de Palotina, na região oeste do estado. Segundo relatos pelas vítimas, as queimaduras de primeiro e segundo grau foram provocadas por creolina (uma mistura de desinfetante com germicida) jogada por veteranos do segundo ao quarto período.

A cerimônia foi realizada em um terreno baldio em frente à universidade. Os novatos teriam sido encurralados. Os calouros percorreram as ruas da cidade para pedir dinheiro e depois foram levados para o local em onde ocorreu o trote violento.

Segundo o boletim de ocorrência, eles teriam sido obrigados a se ajoelhar. Vinte e um alunos ficaram feridos e foram encaminhados ao Hospital Municipal de Palotina. Os estudantes prestaram queixa na Polícia Civil e o delegado. Até o momento, quatro pessoas já foram identificadas e presas por lesão corporal gravíssima e constrangimento ilegal. Outros suspeitos estão sendo procurados.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.