Conecte-se conosco

Mundo

Ciclone Idai deixa 31 mortos no Zimbábue, na África

Dezenas estão desaparecidas no leste da cidade

Publicado

em

Ao menos 31 pessoas morreram e dezenas estão desaparecidas no leste do Zimbábue, na África, após a passagem do ciclone Idai, que também afetou o vizinho Moçambique. O ministério da Informação informou no último sábado que a maioria das mortes ocorreu na cidade de Chimanimani.

Milhares de pessoas foram afetadas. Além disso, foram registrados cortes no abastecimento elétrico e as principais pontes foram inundadas na região de Manicaland, fronteiriça com Moçambique, segundo um deputado zimbabuano.

Na sexta-feira, o ciclone Idai passou por Moçambique e deixou pelo menos 19 mortos, além de isolar a cidade de Beira (centro) do restante do país, ao deixá-la sem eletricidade, linha telefônica e aeroporto. As autoridades de Maputo tinham ativado o alerta vermelho para a região no começo da semana, na previsão da chegada de Idai e haviam evacuado a população mais vulnerável.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.