Rio

Crimes com suspeita de conotação política deixam corrida eleitoral tensa no estado do Rio

Neste domingo, o vereador Zico Bacana foi vítima de um atentado a tiros entre os bairros de Anchieta e Ricardo de Albuquerque

Por Redação Tupi

Foto: (Reprodução)

Período eleitoral de muita tensão no Estado do Rio com casos de assassinatos e ataques a candidatos nas últimas semanas. No dia 30 de setembro, o candidato a vereador Mauro Miranda Rocha, de 41 anos, foi morto a tiros em uma padaria do bairro Cabuçu, em Nova Iguaçu.

No dia 11 de outubro, o também candidato a vereador, Domingos Barbosa Cabral, de 57 anos, foi assassinado à tiros, na Região de Cabuçu, em Nova Iguaçu. Na última sexta-feira, a cabo eleitoral da família Cozzolino, Renata Castro, foi morta com catorze tiros, quando saía de casa, no bairro Fragoso, em Magé.

Nesta segunda-feira, o vereador Zico Bacana foi vítima de um atentado a tiros entre os bairros de Anchieta e Ricardo de Albuquerque. Ele levou um tiro de raspão na cabeça. Dois homens morreram.

O carro do vereador, um corolla prata foi atingido por pelo menos quinze disparos. Todos os casos estão sendo investigados pela delegacia de homicídios. A polícia federal vai intensificar a segurança durante as eleições, principalmente, na Baixada Fluminense.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »