Rio

Disque Denúncia apoia campanha do Ministério da Justiça no estado para coleta de DNA

Campanha é para estimular familiares de pessoas desaparecidas a fornecerem material genético

Por Redação Tupi

Imagem do banner com mensagem do Disque Denúncia
Foto: Divulgação Disque Denúncia

O Ministério da Justiça e Segurança Pública lançou na última terça-feira (25), a Campanha Nacional de Coleta de DNA de Familiares de Pessoas Desaparecidas. O objetivo é abastecer o Banco Nacional de Perfis Genéticos (BNPG) e, por meio de exames biológicos, auxiliar na identificação de pessoas desaparecidas. Segundo o ministério, cerca de 80 mil pessoas desaparecem, no Brasil todos os anos.

A coleta é voluntária e será realizada entre os dias 14 e 18 de junho, em todo o território brasileiro. O material coletado será cruzado com o banco de perfis genéticos de pessoas desaparecidas e de cadáveres não identificados.

No Rio de Janeiro as ações estão sendo coordenadas pelo Instituto de Pesquisas e Perícias em Genética Forense (IPPGF) e a Assessoria Técnica Especial da Polícia Científica, da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro e terá apoio do Disque Denúncia do Rio na divulgação das ações.

Para Denise Rivera – Assessora Técnica Especial da Secretaria de Polícia do Estado do Rio de Janeiro – “A polícia científica não poderia contar com um parceiro mais efetivo do que o Disque Denúncia para uma campanha tão importante como esta. Temos certeza de que com o apoio deles, a campanha será um sucesso e, juntos, vamos poder ajudar na tentativa de amenizar a dor de tantos parentes”.

O Ministério da Justiça informou que todo o material recolhido será utilizado com a finalidade exclusiva de identificação de pessoas desaparecidas. Para maior efetividade do cruzamento de dados, a recomendação é que os familiares de primeiro grau se apresentem a coleta, seguindo a ordem de preferência: pai e mãe, filhos e irmãos. Dados do Ministério da Justiça apontam 57 mil boletins de ocorrência de pessoas desaparecidas e não localizadas no país.

Em 2015, o Disque Denúncia criou o programa Desaparecidos, quando foi firmado um convênio com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. Uma das iniciativas do programa é confeccionar cartazes com fotos das pessoas desaparecidas, com o telefone de contato do Disque Denúncia e, com autorização das famílias, fazer a divulgação nas redes sociais para facilitar a localização. Mais de 180 pessoas foram encontradas com ajuda do serviço.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Baú da Tupi
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
03:00 - Domingo Show
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »