Conecte-se conosco

Celebridades

Elon Musk é acusado de mostrar pênis para comissária de bordo e pagar pelo silêncio dela

Através do Twitter, o bilionário afirmou que os ataques contra ele têm motivações políticas

Publicado

em

Elon Musk
Elon Musk (Foto: Reprodução)

Uma comissária de bordo da empresa de transporte espacial e aéreo SpaceX, do bilionário Elon Musk, acusa o dono da companhia de mostrar o pênis a ela e pagar US$ 250 mil pelo seu silêncio. Através do Twitter, Musk disse que as alegações são “totalmente falsas”. As informações foram publicadas do site Business Insider nesta quinta-feira (19).

De acordo com a publicação, as informações estão em um documento que consta no processo do suposto acordo com pagamento em dinheiro da empresa para a comissária. O caso teria ocorrido em 2016, e o acordo teria sido feito em 2018.

A comissária de bordo que acusa Musk de “comportamento sexual inadequado” trabalhou como membro da tripulação de cabine para a frota de jatos corporativos da SpaceX.

Ainda de acordo com o site americano, além de mostrar as partes íntimas, Musk ofereceu à funcionária um cavalo em troca de uma massagem erótica, tocando-a de forma “inadequada”.

Respondendo a mensagens no Twitter, Musk postou que a pessoa que o acusa precisa “descrever apenas uma coisa, qualquer coisa (cicatrizes, tatuagens, …) que não seja de conhecimento público”, para provar que ele teria exposto suas partes íntimas.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.