Sentinelas da Tupi

Estudo aponta que auxílio emergencial evitou queda de 23,5 milhões de pessoas para a pobreza

Pesquisadores concluíram que a ajuda do governo impactou a vida de quase 66 milhões de brasileiros

Por Redação Tupi

Foto: Agência Brasil

Estudos feitos pelos pesquisadores Rogério Jerônimo Barbosa, da Universidade de São Paulo, e por Ian Prates, do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, indicam que os programas emergenciais para o enfrentamento da pandemia levaram a redução temporária da desigualdade no Brasil.

O levantamento aponta que o auxílio emergencial evitou a queda de 23,5 milhões de pessoas para a pobreza. Os pesquisadores também concluíram que com a ajuda do governo, houve um impacto na vida de quase 66 milhões de brasileiros. Para eles, sem a contribuição do programa, a desigualdade teria crescido de forma acentuada.

Barbosa e Prates também levaram em consideração outros projetos econômicos, como a redução de jornadas e salários. Os pesquisadores chegaram às conclusões através de cruzamentos de dados de outras pesquisas nacionais sobre renda e emprego.

Comentários
enquete

Os quatro maiores clubes do Rio se sairão melhor na segunda rodada do carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »