Jornalismo

Exclusivo: Bebê morre antes do parto e família acusa equipe médica de negligência

Secretaria Municipal de Saúde ainda não se pronunciou sobre o caso que aconteceu no Hospital da Mulher Mariska Ribeiro, em Bangu

Por Isaac Santos

 

Foto/Internet

Uma família acusa o Hospital da Mulher Mariska Ribeiro, em Bangu, na Zona Oeste, pelo óbito de um bebê ainda na barriga da mãe. Prestes a completar 34 semanas, na última quinta-feira (03), Ane Caroline Silvério, de 21 anos, deu entrada na unidade perdendo líquido, mas foi somente medicada e liberada em seguida. No dia seguinte, a bolsa da jovem rompeu e ela retornou ao hospital, foi novamente medicada e a equipe disse à família que ainda não estava na hora do bebê nascer.

No sábado (05) de manhã, terceiro dia da via crucis de Ane Caroline, ela entrou em trabalho de parto e só no domingo (06), a equipe médica apareceu para dar a notícia da morte do bebê. Viviane Silvério, avó da criança disse que a filha teve alta hoje e pede por justiça.

“Agora vai aparecer chefe porque eu falei que eu vou na imprensa, vou abrir a minha boca, meu neto morreu por causa deles. A gente não quer dinheiro, a gente não quer nada, a gente quer justiça. Eles têm que pagar. Aqui é uma carnificina, aqui é um matadouro. Eles não tem amor à vida do próximo.”

Procurada, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio não se pronunciou sobre o caso.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »