Jornalismo

Juíza mantém prisão preventiva de responsável por ter 117 fuzis em casa

Armas têm envolvimento com o assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes

Foto: Reprodução

Por: Redação Tupi

Na última sexta-feira, a juíza Alessandra de Araújo Bilac, da 40ª Vara Criminal do TJ do Rio, optou por manter a prisão preventiva de Alexandre Motta de Souza, preso pelo porte ilegal de 117 fuzis. As informações são da coluna do Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

Em março, a Polícia Civil apreendeu as armas que estavam na casa de Souza a pedido do sargento reformado Ronnie Lessa, suspeito de participar do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março do ano passado. Inicialmente, Alexandre tinha dito não saber da existência das armas em sua casa.

Ficou marcado para o dia 6 de junho a audiência de instrução e julgamento do caso.

 

enquete

Mulheres administram melhor o dinheiro do que os homens?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
16 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »