Conecte-se conosco

Patrulhando a Cidade

Justiça concede liberdade provisória a responsável por plantação de maconha na Zona Norte

Na decisão, os magistrados entenderam que Marcos Graell não oferece risco a ordem pública

Publicado

em

Foto/Divulgação Polícia Civil

Foto/Divulgação Polícia Civil

A Justiça do Rio decidiu conceder liberdade provisória para Marcos Graell Pereira, que havia sido preso no dia 11 deste mês após ser apontado pela Polícia Civil como responsável por um galpão onde era cultivada uma plantação de 67 pés de maconha.

O espaço onde se plantava a droga foi descoberto pela Polícia Civil, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio. Agentes da Delegacia em Armas e Munição (Desarme) encontraram uma plantação em escala industrial de skunk. O material é uma derivação da maconha com maior poder alucinógeno.

O advogado Breno Hoyos Guimarães de defesa de Marcos Graell comentou a decisão judicial. “Foi feito requerimento de liberdade provisória, onde o Ministério Público e o Magistrado se sentiram convencidos de que o Marcos não oferece qualquer perigo a ordem pública. Então, por esse motivo, concedeu a liberdade provisória, e agora ele vai responder o processo em liberdade. E, vamos fazer a defesa técnica para demonstrar que o que está relatado pela Polícia Civil não condiz com a realidade,” destacou a defesa.

O local onde as drogas estavam contava com vários ambientes tipo estufa, com ar climatizado, controladores de umidade, filtro de ar, fertilizantes e maquinários tudo automatizado.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.