Rio

Justiça decreta a prisão de policiais civis acusados de extorquir comerciantes

Os agentes foram investigados pela Operação Quarto Elemento do MP

Por Marcelo Silva

(Foto: Divulgação/Tribunal de Justiça do Rio)

A Justiça do Rio decretou a prisão de dois policiais civis investigados na Operação Quarto Elemento, do Ministério Público, que investigava agentes da Polícia Civil, policiais militares e bombeiros acusados de extorquir dinheiro de comerciantes em situação irregular no Rio de Janeiro.

Nesta sexta-feira (13), o judiciário aceitou um pedido do MP e decretou as prisões de  Gabriel Jorge Oliveira de Medeiros Souza e Rafael Luz Souza, acusados dos crimes de extorsão e usurpação de função pública. Os agentes são acusados de ameaçar um comerciando durante uma falsa abordagem policial.

Segundo o Ministério Público, os dois, que já haviam sido denunciados na segunda fase da operação Quarto Elemento e encontram-se presos, são  em uma das unidades prisionais do sistema penitenciário do Estado do Rio de Janeiro.

Deflagrada em 2018, a Operação Quarto Elemento levou a prisão de mais de 30 pessoas, entre elas, delegados da Polícia Civil e militares da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. A Operação Quarto Elemento recebeu esse nome em razão de uma quarta pessoa que integrava a equipe de delegados criminosos, mesmo sem ser um profissional da polícia.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »