Capital Fluminense

Justiça do Rio manda prender delegada Adriana Belém

Promotores encontraram quase R$ 2 milhões em dinheiro dentro da delegada que é investigada na Operação Calígula

Por Marcelo Silva

Adriana Belém
Adriana Belém levava vida de luxo nas redes sociais (Foto: Reprodução)

A Justiça do Rio expediu um mandado de prisão contra a delegada licenciada da Polícia Civil, Adriana Belém que foi alvo da Operação Calígula, deflagrada na manhã desta terça-feira (10), pelo Ministério Público do Estado.

A decisão atende a um pedido da Força-Tarefa do Gaeco. Para os promotores de Justiça, o valor encontrado na residência de Belém é um forte indício de lavagem de dinheiro.

Segundo o grupo de investigação, até o momento, foram contabilizados aproximadamente R$ 1,8 milhões em espécie apreendidos pelos promotores. Inicialmente, Belém ela foi denunciada por corrupção em razão da liberação das máquinas de caça-níqueis.

A delegada será levada para a Corregedoria da Polícia Civil.  O juiz Bruno Monteiro Ruliere citou ainda que o dinheiro encontrado na casa da delegada, na Zona Oeste do Rio dá “credibilidade ao receio de que, em liberdade, a ré destrua ou oculte provas ou crie embaraços aos atos de instrução criminal”.

Adriana foi nomeada mês passado para assiumir um cargo na Secretaria Municipal de Esportes e Lazer da Prefeitura do Rio de Janeiro. De acordo com o portal da transparência do município, o salário dela é de R$ 8.345,14.

Logo após a operação, a Prefeitura do Rio emitiu uma nota, afirmando que ela será exonerada ainda nesta terça (10).

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Maio de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »