Conecte-se conosco

Rio

Justiça rejeita denúncia de importunação sexual contra MC Guimê e Cara de Sapato

No documento, Dania Mendez afirmou que não sofreu nenhum tipo de importunação

Publicado

em

MC Guimê e Cara de Sapato
(Foto: Montagem/Reprodução)

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro rejeitou, nesta terça-feira (09), a denúncia do Ministério Público contra o cantor MC Guimê, e o lutador Cara de Sapato, por suposta importunação sexual contra a mexicana Dania Méndez, no BBB 23. A decisão é do juiz Aylton Cardoso Vasconcellos e ainda cabe recurso no MPRJ.

De acordo com a decisão, o processo foi iniciado de forma precoce, sem ao menos ouvir a vítima anteriormente. O juiz também expõe que ao contrário do que consta no inquérito, as imagens obtidas através dos vídeos das câmeras do reality show, não falam por si só.

Todavia, o ponto mais importante do documento foi a declaração da mexicana. Após ser ouvida pelo Ministério Público, Dania alegou que não sofreu nenhum tipo de importunação sexual e pediu que a queixa contra Guimê e Cara de Sapato fosse retirada para que os dois não fossem processados criminalmente.

O documento lembra ainda, que já havia sido oferecido um ANPP (Acordo de Não Persecução Penal), a defesa dos acusados, após a mexicana declarar que não desejava seguir com o processo. A decisão de não seguir com a denúncia, no entanto, foi rejeitada pelo próprio advogado do Cara de Sapato.

O caso aconteceu durante uma festa no reality show Big Brother Brasil 2023. No dia 16 de março, o funkeiro acariciou o bumbum de Dania Mendez. Já Sapato, forçou um beijo na mexicana e tentou avançar sobre ela na cama de um dos quartos.

Continue lendo