Botafogo

Longe do G-4! Botafogo perde de virada para o CRB e segue sem vencer fora de casa na Série B

Resultado negativo afasta o Alvinegro da zona de acesso à elite do futebol brasileiro

Por Bruno Gentile

Chay em ação pelo Botafogo contra o CRB pela Série B
(Foto: Francisco Cedrim/CRB)

Mais um resultado negativo! Com atuação bastante irregular e grande falta de pontaria, o Botafogo perdeu por 2 a 1 para o CRB, de virada, nesta terça-feira (6), no Estádio Rei Pelé, em Alagoas, pela décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e, além de seguir sem nenhuma vitória longe do Rio de Janeiro na competição – são três derrotas e três empates – , ainda se afastou do G-4. Rafael Navarro abriu o placar, na etapa inicial, mas Nicolas Careca e Marthã deram números finais ao confronto, na complementar. Agora, os comandados de Marcelo Chamusca continuam na nona posição, com 12 pontos.

O primeiro tempo começou com amplo controle do Alvinegro, que, logo aos 6 minutos, levou perigo aos alagoanos com Chay. Luís Oyama roubou a posse de bola e aciona o meia dentro da área. O ex-jogador da Portuguesa-RJ bateu por baixo e Diogo Silva conseguir fazer a defesa com muita dificuldade, mandando para escanteio. Apesar de os mandantes apertarem a saída de jogo, o Glorioso seguiu se desvencilhando da marcação e, aos 16, quase balançou a rede: Felipe Ferreira recebeu perto da meia-lua e finalizou cruzado, obrigando o goleiro adversário a intervir mais uma vez.

A essa altura, os cariocas já acumulavam cinco chutes e boas jogadas criadas. Mas o CRB não intimidou e também quase marcou, com Gum, ex-Fluminense, construindo sua primeira oportunidade clara de abrir o placar no confronto. Aos 23, Diego Torres cobrou escanteio com efeito e o zagueiro apareceu para cabecear na pequena área, firme, só que Kanu, bem posicionado, salvou em cima do linha e afastou qualquer possibilidade de gol.

Mesmo assim, o Botafogo ainda era melhor no duelo e, depois de muita pressão, conseguiu inaugurar o marcador em Alagoas, aos 29. Felipe Ferreira arriscou de longe, Diogo Silva espalmou para o lado e Rafael Navarro pegou o rebote. O atacante tentou na primeira, porém, sem sucesso. Na segunda, após grande insistência, finalizou novamente e iniciou a contagem no Rei Pelé, botando os visitantes na frente e se tornando o artilheiro isolado do time na temporada, com cinco tentos. Na sequência, Chay, por pouco, não ampliou, ao bater no canto e mandar a bola para fora.

Na volta do intervalo, o técnico Allan Aal fez três substituições na equipe e o CRB, antes de se completar o minuto inicial da etapa complementar, igualou tudo no placar. Hyuri dominou pela faixa direita, bem aberto, e acertou lindo passe para Nicolas Careca, que tinha acabado de entrar, vindo do banco de reservas, para dar um toquinho na saída de Douglas Borges e fazer o chute morrer devagar no fundo das redes, anotando seu primeiro gol pelo clube nordestino.

Aos 4, o Alvinegro não se abateu depoi de ter sofrido o empate e foi ao ataque. Mais uma vez, Chay, bastante participativo na partida, recebeu de Felipe Ferreire e chegou batendo firme em direção à meta adversária. Entretanto, a finalização acabou saindo sem a pontaria correta e indo para linha de fundo. O jogo seguiu e, posteriormente, aos 14, Rafael Carioca também tentou um arremate de média distância, mas a conclusão passou longe da baliza de Diogo Silva.

Após as duas chegadas cariocas, o confronto começou a ficar muito muito estudado e sem jogadas de perigo. À medida que o tempo passava, o Botafogo foi caindo de produção e ritmo, deixando os mandantes mais à vontade e com a posse. A mudança de postura do Glorioso surtiu efeito negativo e, aos 29, os alagoanos viraram: Renan Bressan cobrou escanteio fechado na pequena área e Marthã, que não vinha atuando bem, cabeceou firme, sozinho, para o chão, no canto direito do goleiro, colocando o Galo na frente.

A partir daí, o CRB, em vantagem no marcador, passou a segurar mais a bola e tratar de esfriar a correria alvinegra, o que contriubuiu para diminuir as chances claras de gol. Já no fim, sem tanta organização tática, porém, na base da raça, o time de General Severiano ainda teve duas possibilidades, com Diego Gonçalves e Rafael Carioca, de sair de campo com, ao menos, a igualdade. Entretanto, Diogo Silva apareceu na hora certa, em ambos os lances, para sacramentar o triunfo nordestino e manter sua equipe invicta dentro de casa.

Agora, com mais um resultado negativo, o Botafogo terá de se recuperar e voltar a somar três pontos, diante do Cruzeiro, no sábado (10), às 16h30, no Nilton Santos – liberado da Copa América pela Conmebol -, pela décima primeira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro necessita da vitória para subir na tabela de classificação e se aproximar do G-4. O clube de Alagoas, inclusive, alcançou a quarta colocação e cola nos líderes da competição nacional.

 

 


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Agosto de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »