Conecte-se conosco

Brasil

MPF diz que irá recorrer da decisão que determinou soltura de Temer

Segundo o Ministério Público Federal, a intenção é que os habeas corpus sejam julgados pela 1ª Turma, órgão colegiado do TRF-2

Publicado

em

Foto: EVARISTO SA / AFP

O Ministério Público informou nesta segunda-feira que vai recorrer da decisão que determinou a soltura do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco e de outras seis pessoas.

Em nota, o órgão informou: 

“A expectativa é recorrer para que os HCs (habeas corpus) sejam julgados pela 1ª Turma. A decisão de quando pautar os HCs cabe ao presidente da Turma”.

A decisão em favor de Temer é do desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. A liminar também determina a soltura do ex-ministro Moreira Franco, de João Baptista Lima Filho, o Coronel Lima, apontado como operador financeiro do suposto esquema criminoso comandado por Temer, e de outros cinco alvos da Operação Descontaminação.

O ex-presidente é acusado de liderar uma organização criminosa que teria negociado R$ 1,8 bilhão em propina. Temer estava preso na superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, em uma sala da corregedoria.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.