Conecte-se conosco

Destaques

MPRJ vai apurar ação da Polícia Militar durante batalha de rimas na Região dos Lagos

Policiais militares teriam atirado contra jovens que participavam do evento

Publicado

em

Batalha de rimas no bairro Manoel Corrêa, em Cabo Frio Foto
Batalha de rimas no bairro Manoel Corrêa, em Cabo Frio Foto - Foto: Reprodução/Redes Sociais

O Ministério Público do Rio instaurou um inquérito civil, na última sexta-feira (13), para apurar as circunstâncias da ação da Polícia Militar durante uma batalha de rimas que aconteceu em Cabo Frio, na Região dos Lagos, no início deste mês.

Na ocasião, policiais militares teriam atirado contra jovens que participavam do evento. O órgão informou que, de acordo com os organizadores da batalha de rimas, os agentes teriam justificado a ação afirmando que “cultura é só na escola” e que “rap é coisa de vagabundo”.

Imagens mostram o momento em que um MC cantava ao microfone e os policiais dispararam. Algumas pessoas ficaram feridas. Para o Ministério Público, o objetivo do procedimento é atuar em defesa da liberdade de manifestação cultural dos jovens.

A Polícia Militar ainda não se manifestou sobre o caso. Tão logo se pronuncie, esta reportagem será atualizada.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *