Brasil

Netflix vai recorrer de decisão que ordena retirada de Especial de Natal do ar

Determinação foi da 6ª Câmara Cível do Rio

Por Redação Tupi

(Foto: Divulgação)

A Netflix recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão liminar que ordenou a retirada do especial “A Primeira Tentação de Cristo”. Por meio de nota, a plataforma informou que apoia todo tipo expressão artística e que vai lutar para defender esse princípio.

Nesta quarta-feira(08), após determinação do desembargador Benedito Abicair, da 6ª Câmara Cível do Rio, a produtora Porta dos Fundos e a Netflix foram forçadas a retirar do ar o especial de Natal, em que apresenta Jesus, interpretado por Gregorio Duvivier, prestes a completar 30 anos, é surpreendido com uma festa de aniversário quando voltava do deserto acompanhado do namorado, Orlando, vivido por Fábio Porchat.

A comédia com um Jesus gay causou polêmica desde a estréia. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o empresário Eduardo Fauzi, de 41 anos, acusado de participar do ataque à produtora do Porta dos Fundos, comemorou a decisão da justiça.

Eduardo Fauzi segue foragido, em Moscou, na Rússia. Na última terça-feira(07), a defesa de Fauzi entrou com pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça do Rio. A solicitação será julgada em uma das Câmaras Criminais.

Veja o vídeo abaixo:

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »