Jornalismo

No Egito, referendo que prolonga mandato do atual presidente é aprovado

Com a aprovação da reforma, Abdel Fatah al-Sisi poderá permanecer até 2030 no cargo

(Foto: Reprodução)

Nesta quarta-feira, foi divulgada a aprovação de uma reforma constitucional que amplia os mandatos presidenciais no Egito. A medida teve apoio de 88,8% dos 27 milhões de eleitores que votaram no pleito. Com essa decisão, o atual presidente do país, Abdel Fatah al-Sisi, foi o maior beneficiado e poderá ficar no poder, em caso de reeleição, até 2030.

Compareceram as urnas, 44,3% dos habilitados a participar da votação. E segundo Lashin Ibrahim, presidente da Autoridade Nacional Eleitoral do Egito, dos cerca de 26,3 milhões de votos válidos, 23,4 milhões de eleitores egípcios foram favoráveis às emendas, ante 2,94 milhões que optaram pelo não no referendo, o equivalente a 11,1% do total.

A reforma amplia o mandato presidencial de quatro para seis anos, além de estabelecer um máximo de dois mandatos consecutivos para o ocupante do cargo. Sendo assim, Abdel Fatah al-Sisi não poderia concorrer nas próximas eleições, pois o atual ocupante do cargo já foi reeleito para um segundo mandato de quatro anos, no ano passado. Porém, foi acrescentado um artigo provisório para permitir que o presidente estenda o mandato vigente para seis anos e possa disputar mais uma vez as eleições, em 2024.

O presidente usou suas redes sociais para comemorar o resultado. Ele elogiou os egípcios que votaram com “consciência patriótica” diante dos desafios que o país enfrenta atualmente.

As informações são da Deutsche Welle e da Agência Brasil.

enquete

Você acha futebol chato ou emocionante?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »