Celebridades

Para novo advogado de Najila, Neymar é ‘quem tem que provar que não cometeu o estupro’

Segundo Cosme Araújo Santos, as palavras da vítima tem peso maior

Por Redação Tupi

Segundo Cosme Araújo Santos, as palavras de Najila Trindade tem peso maior
(Foto: Reprodução)

Em entrevista ao matinal “Aqui na Band”, da TV Bandeirantes, o novo advogado de defesa da modelo Najila Trindade, Cosme Araújo Santos, alegou que Neymar deve ser cobrado a apresentar contraprovas acerca da acusação de estupro e violência. Para ele, as palavras da vítima tem peso maior neste tipo de caso.

“As promotoras foram muito sábias falando que a palavra da vítima tem quase um valor absoluto, não absoluto porque tem que buscar mais elementos”, argumentou. O advogado ainda continuou dizendo: “Quem tem que provar que não cometeu o estupro e as agressões é o cidadão que está sendo acusado. Quem tem que buscar provas contrárias é ele. É ele que tem que provar os fatos que ele estava com ela, que teve telefonemas com ela, que está assumindo o crime de exposição de nudes, que é um crime menor, isso é natural para um advogado criminalista, buscar uma situação benéfica para ele”.

A participação de Cosme no programa foi por telefone. No estúdio, quem estava presente era Roberto Guastelli, advogado de Estivens Alves, ex-marido de Najila., que também comentou o caso.

Enquanto esteve no ar, o advogado da modelo disparou críticas a Estivens e aos comentários feitos por Guastelli na atração: “O que posso assegurar é que o que está acontecendo em São Paulo é que querem transformar a vítima em vilã e isso é deprimente. Acabei de ouvir a entrevista do advogado do ex-marido da Nájila e fiquei estupefato e percebi que estava fazendo quase que uma defesa do Neymar. E como ele (Estivens) foi no apartamento da Najila, fico mais preocupado com essa posição. Não querendo polemizar com o colega. Mas deve se omitir sobre fatos que ainda não temos a plenitude da real situação”.

Logo em seguida, foi a vez de Guastelli comentar encima da declaração do colega de profissão: “Não estou fazendo nenhum pré-julgamento, apenas analisando friamente o que vi na delegacia ontem. Não tenho procuração do Neymar, nem da Najila. Comentei hipoteticamente o caso o que aconteceria. De quem tenho procuração é do Estivens. O comentário que eu fiz foi a minha opinião como profissional”.

Comentários
enquete

Ir de penetra em uma festa é muita cara de pau?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
14 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »