Jornalismo

Pastor Everaldo, presidente do PSC, é preso pela Polícia Federal

Líder religioso foi preso em operação que afastou Wilson Witzel do governo do RJ

Por Redação Tupi

Pastor Everaldo foi preso por agentes da Polícia Federal (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente nacional do Partido Social Cristão, o PSC. o pastor Everaldo Pereira foi preso pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (28). O líder religioso foi capturado na casa onde mora, no bairro do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio.

Por volta das 6h, agentes da PF e promotores do Ministério Público Federal foram até a casa do pastor para cumprir um mandado de prisão expedido no âmbito da operação  Tris in Idem, que é um desdobramento da Operação Placebo, que investiga corrupção em contratos públicos do Executivo fluminense na área da saúde.

Segundo informações obtidas por meio de acordos de delação premiada, junto ao ex-secretário de Saúde Edmar Santos, o pastor Everaldo Dias Pereira exercia forte influência na assinatura dos contratos da pasta.

O preso chegou a sede da Polícia Federal na Região Portuária do Rio sem falar com a imprensa.

(Repórter Júlio Barros)

O PSC é o partido do governador recém afastado, Wilson Witzel e tem contratos com o escritório de advocacia da primeira dama, Helena Witzel. Em nota assinada pelo vice-presidente nacional do PSC, o ex-senador e ex-deputado Marcondes Gadelha a legenda afirmou que seguirá com o calendário eleitoral em todos os municípios.

De acordo com o político, o partido reitera que confia na Justiça e no amplo direito de defesa de todos os cidadãos. Segundo a nota publicada após a prisão do presidente nacional da legenda, o Pastor Everaldo sempre esteve à disposição de todas as autoridades, assim como o governador Wilson Witzel.

Na manhã desta sexta-feira (28), o Superior Tribunal de Justiça determinou o afastamento por 180 dias de Witzel do cargo de governador do estado do Rio. Com a decisão do ministro do STJ, Benedito Gonçalves quem assume é o vice-governador, Claudio Castro.

Em nota, Wilson Witzel afirmou que recebeu com grande surpresa a decisão de afastamento do cargo, tomada de forma monocrática e com tamanha gravidade. Ainda segundo a defesa do governador recém afastados, os advogados aguardam o acesso ao conteúdo da decisão para tomar as medidas cabíveis. Os mandados estão sendo cumpridos no Palácio Laranjeiras, no Palácio Guanabara, na residência do vice-governador, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, além de outros endereços nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, São Paulo, Alagoas, Sergipe, Minas Gerais e no Distrito Federal.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Isabele Benito
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »