Região dos Lagos

Polícia Civil interdita fábrica clandestina de azeite em Maricá

Proprietários da empresa podem ser indiciados por crimes contra a economia popular

Por Redação Tupi

Imagem de garras de azeites
Foto: Divulgação/ PCRJ

A equipe da 82ª DP (Maricá) interditou uma fábrica clandestina que adulterava azeites importados, nesta terça-feira (23). Segundo as investigações, o produto era retirado da garrafa, misturado a óleo de soja, engarrafado novamente e vendido aos clientes.

Os agentes chegaram até a empresa, que funcionava em Itaipuaçu, no município de Maricá, na Região dos Lagos, desde julho deste ano. Após apreender o material, uma perícia foi realizada e o laudo apontou que o azeite estava adulterado.

De acordo com as investigações, nos tanques da fábrica eram misturados 4 mil litros de óleo de soja para cada mil litros de azeite. Desta forma, as garrafas falsificadas eram vendidas com lucro de 400%.

Os proprietários da empresa podem ser indiciados por crimes contra a economia popular e relação de consumo e contra a propriedade industrial. A pena pode passar de 5 anos de prisão



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
23 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Na Companhia Do Garcia
« Programa Anterior
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »