Rio

Polícia faz simulação da morte do menino Henry Borel

Agentes chegaram na tarde desta quinta-feira (1), no Condomínio Magestic, na Barra de Tijuca, e estão usando um boneco para simular o peso da criança

Por Redação Tupi

(Foto: Mateus Mesquita/ Divulgação: Super Rádio Tupi)

A Polícia Civil permanece  realizando a reprodução simulada da morte do menino Henry Borel, de 4 anos. Os agentes chegaram na tarde desta quinta-feira (1), no Condomínio Magestic, na Barra de Tijuca, e estão usando um boneco para simular o peso da criança. Monique Medeiros, mãe do menino, e o padrasto Dr Jairinho eram esperados aqui pela polícia, mas não compareceram.

O Advogado do casal, pediu o adiamento da reconstituição, mas o delegado Henrique damasceno negou.

Em nota, o Ministério Público Rio informou que está com representantes acompanhando a reprodução simulada.

O delegado considera que a reprodução simulada é essencial para dar continuidade às investigações.  A ideia é simular as circunstâncias e o ambiente do apartamento, para enfim, entender o que de fato aconteceu na madrugada do dia 8 de março e que resultou na morte do menino.

Comentários
enquete

No dia do beijo nós queremos saber: Você beija muito?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
13 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »