Conecte-se conosco

Patrulhando a Cidade

Polícia Militar inaugura nova unidade terapêutica de utilização de equinos

Nova unidade que usa equinos no tratamento de pessoas com deficiências motoras ou cognitivas

Publicado

em

Centro de equoterapia da PMERJ
Centro de equoterapia da PMERJ (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado de Polícia Militar inaugura na manhã desta quinta-feira (19) o Terceiro Centro de Equitação Terapêutica, localizado numa área da histórica Fazenda Colubandê, na cidade de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Segundo a PM, a nova unidade usa equinos no tratamento de pessoas com deficiências motoras ou cognitivas, prestará atendimento a policiais militares e seus dependentes, como também à população da cidade que é uma das mais populosas do Estado.

Ainda de acordo com a corporação, esse método terapêutico foi implantado na Polícia Militar do Rio de Janeiro há 25 anos, com a inauguração do Primeiro Centro de Equitação Terapêutica no Regimento de Polícia Montada Coronel Enyr Cony dos Santos,  no bairro de Campo Grande, na Zona Oeste da capital fluminense. Inicialmente, o público-alvo eram os militares, vítimas de alguma lesão permanente, e seus dependentes.

No entanto, após a comprovação da eficiência do tratamento e da pouca oferta de atendimento à população civil, o serviço foi estendido à sociedade.

“A mudança de comportamento dessas crianças e adolescentes salta aos olhos dos pais. É algo muito interessante. Esses pacientes que não tinham qualquer forma de interação com outras pessoas e que a partir do contato dos animais começam a interagir, a mostrar mudanças de comportamento, com a capacidade de comunicar sendo desenvolvida. O programa atende qualquer pessoa do público alvo é um programa gratuito, que é muito caro no meio privado, mas que é aberto a população do Rio de Janeiro. A Polícia Militar inaugura hoje esse novo polo em São Gonçalo e ali serão mais 70 vagas disponilizadas para a população”, destacou o Coronel Ivan Blaz, porta-voz da Polícia Militar.

No final do ano passado, o comando da Corporação inaugurou o Segundo Centro de Equitação Terapêutica, na região de Sulacap, através de uma parceria com o Detran. O Terceiro centro, já a partir deste mês de maio, vai expandir o atendimento numa área da Fazenda Colubandê, onde atualmente está instalado o Comando de Polícia Ambiental da SEPM.

“Foi em função dos excelentes resultados obtidos no tratamento de deficiência motoras e cognitivas que estamos expandindo nossa rede de atendimento, seguindo uma determinação do governador Cláudio Castro. ” lembrou o secretário de Estado de Polícia Militar, coronel Luiz Henrique Marinho Pires.

As unidades de equoterapia são mantidas pelo Regimento de Polícia Montada, com toda a logística necessária – estábulos, tratadores e assistência veterinária. Os profissionais que prestam o atendimento são policiais militares com especialização em fisioterapia, psicologia, fonoaudiologia, pedagogia e educação física.

Desde a criação da primeira unidade de equoterapia, os profissionais da Corporação já atenderam mais de 20 mil pessoas.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.