Conecte-se conosco

Rio

Polícia Militar vai monitorar Rodoviária do Rio com câmeras de reconhecimento facial

Secretário da PM, coronel Marcelo de Menezes, relembra episódio onde um criminoso sequestrou um ônibus com 16 passageiros e feriu outros dois na rodoviária.

Publicado

em

Rodoviária do Rio.
Rodoviária do Rio (foto: divulgação/Rodoviária do Rio)

Rodoviária do Rio e PM promovem a integração das câmeras de monitoramento do terminal ao Sistema de Videomonitoramento e Reconhecimento Facial da corporação

Através de uma ação conjunta entre a concessionária que administra o 2º maior terminal rodoviário da América Latina, a Rodoviária do Rio, e a Secretaria de Estado de Polícia Militar, passam a ser integradas, esta semana, as imagens de câmeras do terminal ao Comando Geral da PM. A parceria só foi possível após investimento em tecnologia no CCO da Rodoviária.

“A parceria firmada entre o comando da nossa Polícia Militar e a empresa concessionária da Rodoviária do Rio vai aumentar a sensação de segurança dos passageiros do terminal e ainda impactar positivamente o turismo. Essa iniciativa demonstra que, ao lado do forte investimento por parte do Governo do Estado, a política de segurança pública precisa cada vez mais da participação de todos – poder público, iniciativa privada e outras instituições da sociedade civil – para a implementação de inovações”, afirma o governador do Rio, Cláudio Castro.

A Secretaria de Estado de Polícia Militar terá acesso às imagens de 45 câmeras de monitoramento da Rodoviária do Rio. As imagens geradas pelos equipamentos do CCO do terminal foram linkadas ao Sistema de Videomonitoramento e Reconhecimento Facial da corporação, propiciando que foragidos da Justiça sejam detectados em circulação pelo terminal. A corporação, através de seu Centro Integrado de Comando e Controle, também terá acesso ao material visual gerado de maneira contínua, propiciando o acompanhamento da movimentação da rodoviária em tempo integral.

“Estamos estendendo nossos avanços em tecnologia até uma das rodoviárias mais movimentadas do país. O aporte do governo do Estado tem nos possibilitado avançar cada vez mais com nosso Sistema de Videomonitoramento e Reconhecimento Facial. Além de localizarmos possíveis foragidos da Justiça, nós também teremos um monitoramento do espaço da rodoviária, o que nos dará uma maior celeridade diante de situações complexas, como a que tivemos em março deste ano”, explica o secretário de Estado de Polícia Militar, coronel Marcelo de Menezes, relembrando o episódio onde um criminoso sequestrou um ônibus com 16 passageiros e feriu outros dois na Rodoviário do Rio.

Roberta Faria, diretora geral da Rodoviária do Rio S/A ressalta que, além de todas as medidas já tomadas pela empresa para a segurança dos passageiros como as equipes de segurança patrimonial e a presença do BPtur com um posto de atendimento no mezanino da Rodoviária do Rio, foi realizado um investimento pela concessionária em nova tecnologia para que a integração ocorresse. “Esse foi o resultado de um trabalho integrado entre a empresa e a PM. Investimos em um novo sistema para o mapeamento de 45 das 98 câmeras de nosso circuito interno permitindo o acesso, em tempo real, de todas as imagens geradas pelo nosso CCO ao programa de reconhecimento facial da corporação.

A Rodoviária do Rio S/A reitera que, enquanto concessionária privada, cumpre todos os requisitos legais para a proteção dos passageiros e que sobre os detectores de metais, ressalta a decisão do Ministério Público que concluiu que há deficiência em relação a regulamentação da lei sobre a obrigatoriedade da instalação dos equipamentos devido a impossibilidade jurídica da sua aplicação, visto que a revista dos passageiros por parte dos seus funcionários sem estarem investidos do necessário “poder de polícia”, como os nossos vigilantes patrimoniais, violaria direitos constitucionalmente previstos. Além disso, a questão dos detectores é complexa no viés de sua operacionalização, visto que estamos falando de transporte terrestre que não vai de ponto a ponto, ou seja, possui paradas antes do destino final.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *