Modal

Policial Civil é flagrado trocando mensagens com acusado de matar Marielle Franco

Jorge Camilo Alves, chefe de investigação da delegacia da Barra da Tijuca, foi preso nesta quinta-feira (30).

Por Jonathan Ferreira

(Foto: Jonathan Ferreira / Super Rádio Tupi)

Os investigadores do Ministério Público tiveram acessos à conversas entre o chefe de investigação da delegacia da Barra da Tijuca, Jorge Camilo Alves e o polícia militar reformado Ronnie Lessa, preso em unidade federal fora do estado acusado de participação na morte da vereadora Marielle Franco, do PSOL. A informação foi confirmada pela promotora Simone Sibilio, durante inquérito do MP e a Polícia Civil.

Jorge Camilo é um dos presos da Operação “Os Intocáveis”, contra a milícia que atua em pelo menos duas comunidades da Zona Oeste do Rio. Ao todo, 33 pessoas foram presas, sendo cinco pm’s e três policiais civis, acusados de integrarem o grupo criminoso da região.

A ação, que contou com o apoio da Polícia Civil, visa cumprir 45 mandados de prisão preventiva e busca e apreensão.

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »