Norte Fluminense

Quissamã imuniza comunidades quilombolas na próxima segunda-feira

Município encerrou a vacinação dos idosos de 60 a 64 anos

Por Redação Tupi

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Quissamã)

A vacinação contra a Covid-19 já atingiu a marca de 15% da população de Quissamã, no Norte Fluminense. Com mais de 4 mil imunizados com pelo menos a primeira dose, o município avança na campanha. Nesta sexta-feira (09), a Secretaria de Saúde encerrou o planejamento da vacinação dos idosos, alcançando a faixa etária de 60 a 64 anos. Na próxima segunda-feira (12), a equipe de imunização vai estar em vários pontos para vacinar a comunidade quilombola entre 18 e 49 anos.

O início será na Estratégia Saúde da Família (ESF) Machadinha, a partir de 9h. A equipe da Secretaria de Saúde segue para mais quatro pontos: 10h30, em Bacurau (Casa da Luciana); 11h30 no Sítio Santa Luzia (Salão Comunitário); 13h30h em Mutum (Espaço do André); e 14h30 em Boa Vista (Salão Comunitário). Anteriormente, os quilombolas de 50 anos e mais já foram imunizados.

Desde janeiro, a Prefeitura de Quissamã tem realizado um planejamento para que todo o grupo prioritário seja vacinado. Inicialmente, os profissionais da Saúde da linha da frente de combate á Covid-19 das unidades foram imunizados. Na sequência, também foram vacinados os outros trabalhadores da saúde e os idosos. Sempre seguindo o Plano Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde e também orientações do Governo do Rio, que realiza a entrega das doses às cidades.

“Temos o planejamento montado, mas só anunciamos os detalhes para a população após receber as vacinas do Estado. Quissamã é um dos primeiros municípios a concretizar o cronograma dos idosos, avançando até o grupo de 60 a 64 anos. Também imunizados os profissionais de Saúde e, agora, vamos avançar no trabalho realizado com a comunidade quilombola”, disse Natália Villaça, enfermeira do setor de imunização do município.

Campanha em Quissamã

O planejamento da vacinação em Quissamã tem seguido as orientações do Plano Nacional de Imunizações. Na aplicação da segunda dose, no caso da Coronavc, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac, o reforço é realizado entre 14 e 28 dias após a primeira dose. Já a Oxford/AstraZeneca tem uma janela de 90 dias entre as doses.

A prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco (DEM), assinou adesão ao consórcio da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) para a aquisição de vacinas contra a Covid-19. Desde dezembro do ano passado, o município tem se planejado para comprar a vacina, quando foi assinado um termo de entendimento com o Butantan para adquirir 36 mil doses da Coronavc. Porém, o Ministério da Saúde ficou responsável por toda a distribuição do imunizante.

Comentários

enquete

A chuva que atingiu o Rio causou estragos no seu bairro?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
13 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »