Rio

Rapper é preso acusado de tráfico de drogas em shows no Rio

Com o cantor foram encontrados material para embalar, balança, rádio transmissor e uma réplica de pistola

Por Marcelo Silva

(Reprodução Redes Sociais)

A Polícia Civil do Rio prendeu um cantor de rap acusado de traficar drogas em shows e festas de músicas eletrônicas, para o público de classe média alta do Rio de Janeiro. Diego da Silva Simões, conhecido como BigNato, de 24 anos foi preso em uma ação da delegacia de Ipanema, na Zona Sul do Rio. Além dele, Leidiane Vernes, de 19 anos, esposa do cantor também foi capturada pelos policiais.

Em seu perfil nas redes sociais, que possui cerca de quatro mil seguidores, entre as postagens, estão anúncios de suas apresentações. Nas publicações, ele exibe ainda tatuagens e joias. Em um das fotos, BigNato aparece com uma arma e a mensagem: “Paco de 100 na mochila, com a grana e com a droga”.

(Reprodução Policia Civil)

O casal passou a ser monitorada a partir da prisão do alemão Andreas Michael Leyendecker, de 60 anos, acusado de chefiar o grupo responsável pela venda de drogas sintéticas na Zona Sul da cidade.

O estrangeiro teria participado de pelo menos dois roubos a carros fortes na Alemanha, em 1990 e em 2005, tendo sido extraditado, julgado e condenado no país europeu e depois retornado ao Brasil.

Segundo investigação, o casal vendia maconha, haxixe e drogas sintéticas, como LSD e ecstasy durante as apresentações. O rapper e a companheira foram capturados na última sexta-feira (22), na casa da jovem, em uma vila na Tijuca, Zona Norte do Rio.

No local, além de grande quantidade de drogas, foram encontrados material para embalar, balança, rádio transmissor e uma réplica de pistola.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Fevereiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »