Conecte-se conosco

Últimas Notícias

Rio cria mais de 22 mil postos de trabalho formal em abril e passa para o 2º lugar no ranking nacional

Números constam dos dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nessa segunda-feira pelo Ministério do Trabalho e Previdência

Publicado

em

carteira de trabalho
(Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

O Rio de Janeiro foi o segundo estado que mais criou postos formais de trabalho em abril, totalizando 22.403 vagas preenchidas, o equivalente a um crescimento de 1.071,9% no acumulado dos últimos 12 meses, se comparado ao mesmo período anterior. Na comparação com o mês de abril de 2021, o crescimento foi de 589,7%. O resultado também é 129% maior que o do mês anterior.

Esses números constam dos dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nessa segunda-feira pelo Ministério do Trabalho e Previdência e analisados pelo Observatório do Trabalho da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda. Os dados do Novo Caged refletem o crescimento da economia fluminense e mostram que estamos no caminho certo. Com trabalho sério, planejamento e uma gestão responsável, tornamos o Rio de Janeiro novamente atraente para novos negócios.

“Gerar cada vez mais oportunidades de emprego e renda, em todas as regiões do estado, é nosso compromisso permanente para garantir dignidade e melhoria da qualidade de vida da nossa população”, afirmou o governador Cláudio Castro”.

De acordo com o Novo Caged, os municípios que alavancaram a retomada da empregabilidade em abril foram Rio de Janeiro, com 12.109 vagas criadas no período, Niterói, com 1.187, Campos dos Goytacazes, que gerou 1.093 postos de trabalho, Duque de Caxias, com 1.050, e Macaé, com 970 novos empregos.

Os dados do período de maio de 2021 a abril de 2022 mostram a geração de um total de 207.502 empregos com carteira assinada no estado do Rio. Já a análise dos dados de abril deste ano, em comparação com abril do ano anterior, apontam um crescimento de 589,7%

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *