Baixada Fluminense

São Gonçalo vacina pessoas com comorbidades com mais de 31 anos nesta sexta-feira

Grávidas e puérperas podem se vacinar no Pólo Sanitário Hélio Cruz

Por Redação Tupi

Imagem do momento da vacinação
Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo continua vacinando contra Covid-19 pessoas que têm doenças neurológicas crônicas com mais de 18 anos, pessoas com deficiência permanente com mais de 18 anos, pessoas com comorbidades com mais de 31 anos, idosos com mais de 60 anos, pessoas com síndrome de down acima de 18 anos, trabalhadores da saúde da linha de frente e profissionais da saúde acima de 18 anos nesta sexta-feira (28).

Esse público tem doze pontos de vacinação, quatro deles com drive thru, das 8h às 17h. O município segue vacinando grávidas e puérperas com comorbidades com mais de 18 anos, que tomarão exclusivamente a pfizer, disponível apenas no Polo Sanitário Hélio Cruz, em Alcântara, nesta sexta-feira (28).

A segunda dose de coronavac está disponível para aqueles que tomaram a primeira dose do imunizante a partir do dia 17 de abril. Podem se imunizar com a segunda dose da astrazeneca pessoas que tomaram a vacina há mais de 12 semanas. Os gonçalenses devem observar a caderneta ou o comprovante de vacinação para procurarem os locais de vacinação nos dias divulgados pelas redes sociais e site da Prefeitura.

Para a segunda dose, todos devem estar munidos com o comprovante da primeira dose da vacina aplicada no município. Aqueles que não levarem o comprovante ou apresentarem comprovante de outra cidade não serão imunizados.

Vale lembrar que só as grávidas e puérperas têm exclusividade para tomar a vacina da pfizer. Pessoas com comorbidades, doenças neurológicas crônicas e deficiência permanente também podem tomar esta vacina, segundo o informe técnico do Governo do Estado. No entanto, não há exclusividade, já que estes grupos podem ser vacinados com a astrazeneca.

Para ter escolha do imunizante, o gonçalense deve ter um laudo médico indicando a aplicação da vacina escolhida e os motivos. Os demais grupos de primeira dose serão vacinados com a astrazeneca, já que a vacina coronavac está reservada para a aplicação da segunda dose.

Nesta quarta-feira (26), São Gonçalo retirou da Coordenação Geral de Armazenamento do Estado (CGA), no Barreto, em Niterói, mais 2.860 doses de astrazeneca para aplicação da primeira dose.

Os locais de vacinação recebem as pessoas que chegam até as 16h30, para que os mesmos sejam atendidos até 17h, nos dias de semana, e 11h30 aos sábados.

Doenças neurológicas crônicas – doenças cerebrovasculares (acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular); doenças neurológicas crônicas que impactem na função respiratória; indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla e condições similares; doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; deficiência neurológica grave e epilepsia.

Deficiência permanente – Considera-se pessoas com deficiência permanente aquelas que têm impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial. Este grupo inclui pessoas com: limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar e indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar ou estudar.

Comorbidades – O município vacina as pessoas com mais de 31 anos que têm as seguintes comorbidades: diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal crônica, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea, anemia falciforme, cirrose hepática, imunossuprimidos, câncer e obesidade mórbida.

 

Calendário de primeira dose

– Sexta-feira (28): idosos a partir de 60 anos, pessoas com comorbidades a partir de 31 anos, profissionais de saúde que estão atuando a partir de 18 anos, pessoas com síndrome de down a partir de 18 anos, trabalhadores da saúde da linha de frente acima de 18 anos, pessoas com doenças neurológicas crônicas, grávidas e puérperas com comorbidades com mais de 18 anos, pessoas com deficiência permanente com mais de 18 anos.

– Sábado (29): idosos a partir de 60 anos, pessoas com comorbidades a partir de 29 anos, profissionais de saúde que estão atuando a partir de 18 anos, pessoas com síndrome de down a partir de 18 anos, trabalhadores da saúde da linha de frente acima de 18 anos, pessoas com doenças neurológicas crônicas, pessoas com deficiência permanente com mais de 18 anos.

 

Calendário de segunda dose de coronavac

– Pessoas que tomaram a vacina coronavac a partir do dia 17 de abril

Locais de vacinação, de segunda a sexta, das 8h às 17h; e sábado, das 8h às 12h

– Polo Sanitário Dr. Washington Luiz, Zé Garoto

– Salão do Clube Mauá, Centro

– Umpa Nova Cidade

– Clínica Gonçalense do Mutondo

– Polo Sanitário Dr. Hélio Cruz, Alcântara (único ponto com pfizer)

– Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal

– Polo Sanitário Rio do Ouro

– PAM Coelho

– Cras Vista Alegre

– PAM Neves

– Umpa Pacheco

– Estacionamento da Igreja Universal do Reino de Deus de Alcântara

 

Pontos com drive thru

– Campo do Clube Mauá, Centro

– Centro de Tradições Nordestinas, Neves

– Umpa Nova Cidade

– Cras Vista Alegre

 

Público-alvo e documentação solicitada para primeira dose

– Síndrome de Down a partir de 18 anos

 

Documentos solicitados: identidade, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação

– Maiores de 31 anos com comorbidades e pessoas com doenças neurológicas crônicas com mais de 18 anos

Documentos solicitados: duas últimas receitas, prescrições ou atestados médicos que comprovem a comorbidade com, no máximo, três meses de emissão, além dos seguintes documentos: identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e carteira de vacinação.

– Grávidas com comorbidades com mais de 18 anos

Documentos solicitados: duas últimas receitas, prescrições ou atestados médicos que comprovem a comorbidade com, no máximo, três meses de emissão, comprovante de estado gestacional (declaração médica atestando a gravidez ou cartão de pré-natal), identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e carteira de vacinação.

– Puérperas com comorbidades com mais de 18 anos

Documentos solicitados: duas últimas receitas, prescrições ou atestados médicos que comprovem a comorbidade com, no máximo, três meses de emissão, identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência, certidão de nascimento da criança ou declaração de nascido-vivo e carteira de vacinação.

– Pessoas com deficiências permanentes com mais de 18 anos

Documentos solicitados: laudo médico que indique a deficiência ou cartão de gratuidade no transporte público que indique condição de deficiência ou documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou qualquer outro documento que indique se tratar de pessoa com deficiência, além de identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e carteira de vacinação.

 



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »