Futebol Feminino

Sem salário, uniforme e cortes na alimentação time feminino do Vasco vive uma crise

Por meio de nota o clube afirmou que busca regularizar a situação

Por Talita Giudice

vasco da gama feminino
Equipe feminina do Vasco vem enfrentando dificuldades. (Foto Matheus Lima/Vasco)

Após diversas denúncias feitas por meio das redes sociais, o Vasco se pronunciou sobre a situação do time de futebol feminino. Por meio de nota, o clube não negou as acusações, mas afirmou que busca incansavelmente regularizar o cenário. ‘’Na apresentação das jogadoras ainda em Janeiro, já estarão encaminhadas soluções para os problemas relacionados à alimentação e aos uniformes das equipes femininas de treino e jogo.’’, declarou o clube em comunicado.

A dificuldade do Vasco em manter o time feminino fez com que destaques da equipe como Dani Barão e Anny deixassem o Vasco. Entre os problemas que foram discussão nas redes sociais estão salários atrasados, que chegam há quase três meses e corte na alimentação das jogadoras. Segundo informações divulgadas, agora só com nome na lista e com um motivo “válido”.

 

Além disso, as atletas têm apenas um uniforme para a semana inteira. Em dias de jogo, caso não tenha para todas elas usam o de treino ou até mesmo misturado. As atletas ainda enfrentam dificuldades para ir aos treinos, já que nem sempre há transporte ou auxílio.

O clube menciona na nota a parceria com a prefeitura de Duque de Caxias para utilização da Vila Olímpica, mas não é o que vem acontecendo já que a equipe treina mais no estádio Artsul, localizado em Nova Iguaçu. A Vila Olímpica é considerada um dos maiores centros esportivos do estado e abriga o maior campo de grama sintética do Brasil, uma estrutura que não é encontrada em Nova Iguaçu. A assessoria de Caxias reafirmou a parceria com o clube e reforçou que a Vila permanece de portas abertas para equipe feminina do Vasco.

Lembrando que uma das promessas do presidente Jorge Salgado foi um investimento de quase R$15 milhões nos três primeiros anos de gestão, que ainda não aconteceu.

Confira a nota oficial do Vasco:

O clube informa que tem trabalhado incansavelmente em busca de uma solução para regularizar a situação o mais rápido possível. O Vasco informa ainda que na apresentação das jogadoras ainda em Janeiro, já estarão encaminhadas soluções para os problemas relacionados à alimentação e aos uniformes das equipes femininas de treino e jogo. Importante também ressaltar que em 2021 o clube batalhou junto à prefeitura de Caxias para que as meninas voltassem a treinar na Vila Olímpica, além de receberem suplementação. A partir de agora vão contar também com nutricionista exclusivo para a modalidade e coach esportivo. O Departamento de Futebol Feminino informa, ainda, que várias iniciativas de curto prazo estão em curso para garantir que a modalidade se torne não apenas autossuficiente financeiramente, mas que possa aumentar seus investimentos através de projeto incentivados, plano de marketing específicos para patrocinadores exclusivos e produtos licenciados.

vasco da gama feminino
Ju Pacheco, atleta do Vasco (Matheus Lima/ Vasco)

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »