Política

STF cassa liminar que permitia a “cura gay”

A ministra Cármen Lúcia defendeu que é papel do STF  julgar esse tipo de caso, considerando como inválida a decisão anterior

(Foto: Reprodução)

O Supremo Tribunal Federal (STF) cassou a liminar que possibilitava a prática de “reversão sexual”, também conhecida como “cura gay”. A ministra Cármen Lúcia defendeu que é papel do STF  julgar esse tipo de caso, considerando como inválida a decisão do juiz federal Waldemar Claudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal no Distrito Federal, que autorizou o tratamento no final do ano passado.

Com base nesta decisão, volta a prevalecer a diretriz do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que proíbe psicólogos a oferecerem serviços que prometem o tratamento ou a cura da homossexualidade.

Em entrevista ao jornal O Globo, o conselheiro Pedro Paulo Bicalho, membro do CFP, comemorou a medida: “Sem duvida nenhuma essa é uma grande vitória para a psicologia brasileira. Ela suspende uma possível violação grave dos direitos humanos”.

enquete

Dia Mundial do desenhista: Você gosta de desenhar?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »