Jornalismo

STF cassa liminar que permitia a “cura gay”

A ministra Cármen Lúcia defendeu que é papel do STF  julgar esse tipo de caso, considerando como inválida a decisão anterior

(Foto: Reprodução)

O Supremo Tribunal Federal (STF) cassou a liminar que possibilitava a prática de “reversão sexual”, também conhecida como “cura gay”. A ministra Cármen Lúcia defendeu que é papel do STF  julgar esse tipo de caso, considerando como inválida a decisão do juiz federal Waldemar Claudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal no Distrito Federal, que autorizou o tratamento no final do ano passado.

Com base nesta decisão, volta a prevalecer a diretriz do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que proíbe psicólogos a oferecerem serviços que prometem o tratamento ou a cura da homossexualidade.

Em entrevista ao jornal O Globo, o conselheiro Pedro Paulo Bicalho, membro do CFP, comemorou a medida: “Sem duvida nenhuma essa é uma grande vitória para a psicologia brasileira. Ela suspende uma possível violação grave dos direitos humanos”.

enquete

Você acha futebol chato ou emocionante?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show de Bola
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »