Conecte-se conosco

Destaques

Suspensão do registro médico de Jairinho é prorrogada

Processo do médico está em andamento e corre em sigilo. Punições previstas em lei vão de advertência até a cassação definitiva

Publicado

em

Doutor Jairinho, vereador carioca sendo preso pela morte do enteado de 4 anos
Doutor Jairinho - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Doutor Jairinho, vereador carioca sendo preso pela morte do enteado de 4 anos

Doutor Jairinho, (Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil)

O ex-vereador Jairo Souza Santos Junior teve a suspensão do registro de médico prorrogada pelo Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio. Conhecido como Dr. Jairinho, ele está preso acusado de homicídio pela morte do menino Henry Borel, de 4 anos.

A medida, segundo o conselho, é um recurso para proteger a população e assegurar a boa prática médica. A primeira vez em que o Cremerj aplicou a interdição cautelar foi em 10 de junho. O processo do médico está em andamento e corre em sigilo. As punições previstas em lei vão de advertência até a cassação definitiva do registro.

Dr. Jairinho está preso desde o dia 8 de abril acusado de homicídio triplamente qualificado. Além da morte de Henry Borel, de 4 anos de idade, o ex-vereador foi denunciado pelo Ministério Público Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) em dois casos de torturas em filhos de ex-namoradas e ainda por violência doméstica.

No dia 30 de junho, Dr. Jarinho perdeu o mandato de vereador por quebra de decoro parlamentar, em decisão unânime da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Monique Medeiros, mãe de Henry Borel, também está presa desde o dia 8 de abril, com a prisão preventiva decretada pela Justiça.

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.