Patrulhando a Cidade

Testemunhas afirmam que ajudante de pedreiro se identificou à polícia antes de ser morto

Sem antecedentes criminais, Fabrício Alves de Souza estava a caminho do trabalho quando foi atingido durante um confronto entre PM e criminosos

Por Redação Tupi

Fabrício Alves de Souza, 26 anos
Fabrício Alves de Souza, 26 anos (Foto: Reprodução)

O corpo do auxiliar de pedreiro Fabrício Alves de Souza, de 26 anos, já foi liberado pelo Instituto Médico Legal para ser sepultado. Ele morreu nesta terça-feira, após ser baleado durante uma operação da Polícia Militar no Complexo da Pedreira, em Costa Barros, na Zona Norte do Rio.

De acordo com testemunhas, Fabrício chegou a se identificar aos policiais como morador da comunidade, mas acabou sendo atingido por disparos na região do tórax. Ele foi socorrido e levado à UPA de Costa Barros, mas não resistiu aos ferimentos.

Em nota, a PM disse que vai abrir uma sindicância na corregedoria para apurar o caso. Fabrício era casado, deixa esposa e duas filhas pequenas. O horário e o local do velório dele ainda não foram confirmados pela família.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Alexandre Ferreira
« Programa Anterior
02:00 - Na Companhia Do Garcia
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »