Esportes

Vasco descumpre decisão judicial e não autoriza volta de funcionários demitidos

Clube alegou que prefere pagar multa estabelecida pela justiça e aguardar recurso final em instância superior, em Brasília

Por Redação Tupi

Funcionários do Vasco na porta de São Januário
Foto: Divulgação

O Vasco descumpriu decisão judicial nesta segunda-feira (24) e não autorizou a entrada no clube dos funcionários que deveriam ser reintegrados ao trabalho. No fim da tarde da última sexta-feira, o juiz Robert de Assunção Aguiar, da 60ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1), negou o terceiro recurso pedido pelo Cruz-maltino.

A justiça determinou a reintegração dos 186 funcionários demitidos no início da gestão do presidente Jorge Salgado. O juiz multou o Vasco em 2% do valor da causa (R$ 100 mil) por considerar que o recurso foi um “ato meramente protelatório”. De acordo com o juiz, os trabalhadores devem ser reintegrados na mesma função e com as mesmas atribuições anteriores às demissões.

Vasco descumpre decisão judicial e não autoriza volta de funcionários demitidos
Foto: Divulgação

O clube alegou aos presentes que prefere arcar com o ônus e aguardar o último recurso em instância superior, em Brasília. Cerca de 70 funcionários comparecem hoje pela manhã no estádio de São Januário para a reintegração. Por questões financeiras alguns não puderam estar presentes no local.

Procurado pela reportagem do tupi.fm, o Vasco respondeu dizendo que não comenta ações judiciais em andamento.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »